script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

pop up livro 2

Untitled Document

Opinião


https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=1054965832879550129#editor/target=post;postID=7282080529982872728;onPublishedMenu=allposts;onClosedMenu=allposts;postNum=0;src=postname

https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=1054965832879550129#editor/target=post;postID=19529392826117261;onPublishedMenu=allposts;onClosedMenu=allposts;postNum=1;src=postname

https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=1054965832879550129#editor/target=post;postID=8034976284306783393;onPublishedMenu=allposts;onClosedMenu=allposts;postNum=6;src=postname


http://professorpaulocesar.blogspot.com.br/2014/06/opiniao-gafes-intrigas-e-surtos-semana.html





OPINIÃO: Lula está pagando o preço por acreditar na sinceridade dos “olhos azuis”

Por Paulo César Gomes, Professor e autor do livro D.Gritos: Do Sonho à Tragédia













Após a sessão solene que comemorou os 25 anos da Constituição, no último dia (29/10), no Senado Federal, o ex-presidente Lula (PT) mandou o seguinte recado aos pernambucanos “meus companheiros de Pernambuco podem me esperar!”, nas entrelinhas Lula deixou claro que está incomodado com os movimentos realizados pelo governador Eduardo Campos (PSB), que busca se firmar no cenário nacional como alternativa a sucessão da presidenta Dilma Rousseff (PT).

As mágoas de Lula com relação a Eduardo parecem ser mais um sentimento enrustido, atitude típica das pessoas que são traídas mais preferem fingir que nada aconteceu, pois vale lembrar que até pouco tempo o ex-presidente dizia que Eduardo era um “achado de Deus” e o tratava com o “legitimo companheiro de lutas”.

Nos últimos 10 anos o socialista foi um dos políticos que mais se beneficiaram das duas gestões petistas, mesmo que inicialmente não tenha apoiado Lula no 1º. turno da eleições, em 2002. Eduardo foi ministro entre 2004 e 2006, e em uma controversa jogada política recebeu o apoio de Lula para governador, em 2006, com direito ao uso da imagem do então Presidente da República. Sendo que o PT, que tinha um candidato oficial, que era Humberto Costa, teve que passar pelo constrangimento de ver o concorrente ser elogiado por Lula, sem contar com o pedido de voto para os dois candidatos em comício do PT em Caruaru.

Eduardo acabou sendo  eleito e reeleito governador de Pernambuco e viu sua gestão ser “bombada” com obras do governo federal, algumas delas como a transposição do Rio São Francisco, a construção da Transnordestina, a Refinaria Abreu e Lima, o Estaleiro Atlântico Sul (situado no Complexo Industrial Portuário de Suape), a Fábrica da Hemobrás (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia), a expansão das universidades federais, a duplicação da BR 101, elevaram o PIB (Produto Interno Bruto) a um índice superior ao nacional, colocando a economia de Pernambuco em evidência, fato que não ocorria desde o declínio da monocultura da cana-de-açúcar ainda no final século XIX.

Diante de tantas contradições ocorridas nos próximos dias, onde o puritanismo e a ambição política passaram a andar de mãos dadas, tentar fazer alguns prognóstico sobre 2014 acabou se tornando uma tarefa difícil. No entanto, uma coisa é certa, Lula está pagando o preço por acreditar em demasia na sinceridade dos olhos azuis de Eduardo Campos!

Um forte abraço a todos e a todas e até a próxima!

Publicado no Portal Farol de Notícias de Serra Talhada, em 10 de novembro de 2013.


OPINIÃO: Após o mensalão, é chegada a hora das elites começarem a pagar por seus crimes

Por Paulo César Gomes, Professor e autor do livro D.Gritos: Do Sonho à Tragédia

No último dia 15 de novembro, o povo brasileiro comemorou a prisão dos primeiros condenados do escândalo do “mensalão”, um fato inédito que pode simbolizar uma virada na história do país no que diz respeito à punição de autores de crimes de corrupção.

Quis o destino, ou não, que os primeiros presos por corrupção fossem justamente integrantes de um partido que nasceu propondo o combate a essa pratica criminosa. No entanto, alguns petistas, logo que chegaram ao poder, não tiveram a coragem de combater as práticas assistencialistas que dominam os corredores do Congresso Nacional, assim como a maioria das Casas Legislativas espalhadas pelo Brasil.

Os petistas que se submeteram as essa prática, não prejudicaram apenas as suas imagens, mas também a do PT e da esquerda brasileira em geral. Pois, como se sabe, as elites “tupinquins” nunca foram punidas por nenhum crime. E olhe que eles vem contendo barbáries desde a colonização, passando pela escravidão, monarquia, República do Café Com Leite, ditadura militar e chegando na Operação Uruguai, no governo Collor.

Em todas essas passagens históricas a direita, leia-se as elites ruralista e industrial, roubaram em demasia os cofres públicos, sem contar com os milhares de assassinatos que patrocinaram e que passaram impunemente ao longo de mais de cinco séculos.

É bom ver que a Justiça brasileira se torna eficaz no que se refere à prisão de políticos corruptos, mas seria bom também ver atrás das grades um Paulo Maluf, os mensaleiros de Minas Gerais, os distribuidores de panetone de Brasília/DF, os assassinos dos Sem Terra – em Eldorado dos Carajás/PA -, da missionária Dorothy Stang e dos fiscais do Ministério do Trabalho – em Unaí/MG.

Para alguns, esse pode para parecer um discurso revanchista, pois que pensem assim. Ainda prefiro ver os fatos pelo olhar de quem quer ver mais, de quem espera uma justiça linear, ampla e competente. Que atue em todas as direções, sem estrelismo e sem sensacionalismo, mas com a energia e sapiência da imortal deusa Thémis!

Um forte abraço a todos e a todas e até a próxima!

Publicado no Portal Farol de Notícias de Serra Talhada, em 01 de dezembro de 2013.


OPINIÃO: A ‘mulher-objeto’ é a inimiga número 1 da mulher do século 21; basta de submissão

Por Paulo César Gomes, Professor e autor do livro D.Gritos: Do Sonho à Tragédia















Há mais de dois séculos que as mulheres lutam para serem tratadas com respeito e de forma igualitária pelo homem. Conquistas que só começaram a ocorrer nos últimos 100 anos. Para que isso acontecesse foi necessário que várias mulheres tivessem que dar a própria vida para que o sexo feminino atingisse essa posição de liderança na hierarquia social.

É bem verdade que as oportunidades no mercado de trabalho ainda são menores em relação às dos homens, principalmente em cargos de chefia, sem contar com os autos índices de casos de violência doméstica dos quais são vitimas. No entanto, é indiscutível que a mulher conseguiu adquirir uma liberdade nunca antes imaginada, e em uma velocidade surpreendente.

A mulher do século XXI é dotada de autonomia, de independência e de liberdade de expressão. E em muitos casos são elas que são as chefes de família, chegando inclusive a ocupar o tão cobiçado cargo de Presidenta da República. É claro que tudo isso foi conquistado por mérito e não benevolência masculina. Porém, a mulher atual estar diante de uma armadilha, que aparentemente pode ser uma“faca de dois gumes”, mas que na verdade é mais uma forma do homem manter a sua dominação sobre o sexo oposto.

Essa arapuca se esconde por de trás do estimulo a exposição da sexualidade feminina, o que normalmente pode ser encarada como uma  forma de liberdade, acaba criando uma nova concepção machista de mulher , “a mulher objeto”, um estereótipo que veio para destronar antiga “Amélia”.

Essa ideia de mulher objeto está cada vez mais deformado o conceito da mulher de si própria. É um protótipo feminino definido pela mídia, através de novelas, filmes, capas de revista, além de ser bastante exaltado em letras músicas de estilos musicais de gosto um tanto o quanto duvidosos, que propõem uma mulher fútil, vazia e sem conteúdo intelectual nenhum, porém, dotada atributos físicos propícios para saciar os desejos masculinos mais obscenos.

Com o sem ressalvas, o importante é que a mulher combatesse esse tipo de submissão que está camuflada por trás da idealização da “mulher objeto”. Afinal, o homem que é homem, ama, respeita e admira a mulher, com bunda ou sem bunda, com peito ou sem peito, mas que acima de tudo tenha personalidade, dignidade e caráter!

Um forte abraço a todos e a todas e até a próxima!

Publicado no Portal Farol de Notícias de Serra Talhada, em 19 de janeiro de 2014.


OPINIÃO: Existe um acordo entre Carlos Evandro e Luciano Duque e o PT é avalista desse processo

Por Paulo César Gomes, Professor e autor do livro D.Gritos: Do Sonho à Tragédia

O PT de Serra Talhada é uma sigla recheada de contradições, algumas delas são simplesmente inacreditáveis. Por exemplo, o fato do partido não se posicionar oficialmente sobre o aumento da alíquota dos servidores municipais para o IPPST. E agora, após reunião secreta, guarda sigilo sobre a orientação dos votos para os vereadores sobre o parecer do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE), que rejeitou as contas do ex-prefeito Carlos Evandro.

Mas afinal de contas, a que interessa tanto sigilo? Por que não abrir o jogo o colocar a questão abertamente, já que este tipo de pratica política é muito similar ao que a direita costuma fazer. Na verdade, o correto é os parlamentares petistas votarem de acordo com o relatório do TCE. No entanto, somente isso não resolve a questão, pois para votar pela rejeição das contas do ex-prefeito é preciso que se faça um balanço dos oito anos de mandato de Carlos Evandro (PSB), coisa que deveria ter sido feito quando o PT aceitou abrigar a Luciano Duque na legenda e não fez.

Por outro lado, é preciso lembrar que existe um acordo entre o petista Luciano Duque e Carlos Evandro e que o PT acabou se tornando avalista desse processo. Sem esquecer que até bem pouco tempo “a cúpula do PT” dizia que Carlos Evandro era o maior prefeito da história de Serra Talhada.

Nessa discussão é preciso responsabilidade, mas acima de tudo transparência. As lideranças petistas que estão alojadas no atual governo não devem pensar que o partido agora é um mero “parlamento de tendências”, pois a política é uma verdadeira roda gigante, e no final todos terão que explicar porque votaram pela rejeição das contas da “gestão” de Carlos Evandro, quando o petista Luciano Duque fez parte dessa administração como vice durante oito anos. Entretanto, só para contrariar o que escrevi, o meu palpite é o de que os dois vereadores do PT votarão pela aprovação das contas de Carlão, até porque o que prevalece hoje na política é o interesse!

Um forte abraço a todos e a todas e até a próxima!



Um comentário:

Anônimo disse...

OS AGENTES DO IBAMA SÃO NEFASTOS, TEM O REI NA BARRIGA, NÃO SABEM O QUE ESTÃO FAZENDO, E PREVARICAM AS PESSOAS. DA PRA FAZER ABAIXO ASSINADO PARA RETIRAR DO ESTADO DO PARANÁ, ESSE ÓRGÃO INERGUMINO.